Diário de alguém que sonha ser Mãe e tem o difícil papel de tratar a infertilidade por tu.

.posts recentes

. Olá! Então essas férias?

. Terapias, trabalhos, cans...

. Nova busca nova esperança

. Diagnóstico quase confirm...

. Longe de nós...

. Parar, pensar e saborear....

. Novidades nossas!

. A vida corre e não olha p...

. Nó na garganta, coração a...

. Os primeiros passos da fi...

.arquivos

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

Quinta-feira, 31 de Agosto de 2017

Olá! Então essas férias?

Ainda o Verão não acabou e eu já começo a pensar no próximo!

Fomos uma semana de férias no início de Julho mas não chegou... sinto-me mesmo cansada e ainda está o ano "lectivo" e profissional prestes a arrancar. Tenho muitas novidades claro. As melhores é que o pequenino já anda! Ou melhor anda sozinho :D. Parece um pequeno robot, com movimentos muito rigidos e pensados mas já se desloca e para mim é um grande triunfo, um grande passo em vista a melhoria total. De acordo com os terapeutas o F está a recuperar bem e rápido. A fala não... não acrescentou nada à Mamá e Papá mas também me explicaram que não posso apressá-lo tanto, que nesta altura insistimos mais na terapia ocupacional, para que o mesmo conheça os limites do corpo e os saiba usar de forma correcta e depois de estar equilibrado e mais automatizado passaremos a insistir mais nas vocalizações. Ele vai fazendo uns sons, vai-se fazendo entender, mas está longe, longe do que eu já queria ouvir, claro. De qualquer forma já foi também à neuropediatra, à Prof. Júlia Guimarães e a própria ficou bastante admirada e satisfeita com o estado dele. Tendo adiado os exames neurológicos e de sangue ao pequeno. Agora vamos lá daqui a um mês e meio e espero que a reacção seja a mesma. nesta altura, a dois dias úteis de entrarem para a creche começo a desesperar. Tenho um receio tremendo. Já conheci a futura educadora e penso que não vai ser fácil. Ela infeliz ou felizmente é de gancho. Educadora à moda antiga. Regras e mais regras. E vai tudo a direito. Não é por terem 2 anos que vai ser mais meiga ou menos exigente. Ai minha nossa fiquei de coração nas mãos. Só falei no F o tempo todo e ela chegou a perguntar se não me preocupava tb com a irmã. Não levei a mal o comentário no devido contexto só me chateia o facto de ela não ter encaiado que o miúdo precisa de outro género de atenções e de muita paciência. Ela não entendeu diz que são todos iguais e blá blá blá. A Prof Júlia disse que se a educadora fosse quem ela estava a pensar que eu ia chocar com ela. Ia ter problemas e em última análise não ia querer o francisco lá para regredir. Ai minha nossa. Eu saí de lá em vez de mega contente por o meu filho estar a evoluir tão bem de coração nas mãos e já nem dormi direito... que raio de responsabilidade. porque não apanhei eu uma educadora meiga, porque tem de ser tudo assim, tao atribulado que nos deixa tão ansiosos e stressados?...Enfim, há que esperar e ver o que acontece. Eu depois conto-vos mais pormenores...

Quanto à filhota ela chegou a ir a uma gastroenterologista e assim de repente não tem nada de especial. Ela diz que temos de educar o intestino dela à base de laxantes e que não tem mal nenhum. Que a pequenina tem de tomar todos os dias até o intestino conseguir trabalhar bem sem precisar daquilo, e até a minha filha perder o medo por completo de fazer o dito cujo, porque lhe dói. Também foram boas notícias ainda assim.

O mais velho está de férias e tem tido uns dias de nos fazer perder a cabeça, mas hoje que se portou bem não vou falar nisso!!!

Um beijinho e depois trago mais novidades, elas são sempre muitas!

Ps - As férias foram poucas, muito cansativas mas bem melhor que o ano passado. O A. ainda deu muito que fazer mas com os gémeos mais independentes tudo ficou um pouco mais fácil tirando as idas à praia. Essas sempre esgotantes! Valeu-nos a piscina... :D


publicado por Embuscadamaternidade às 00:31

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Visitas

free counter

.Estatísticas


Estatisticas Gratis

.Agora

blogs SAPO

.subscrever feeds