Diário de alguém que sonha ser Mãe e tem o difícil papel de tratar a infertilidade por tu.

.posts recentes

. 1 Mês de creche, os desaf...

. Olá! Então essas férias?

. Terapias, trabalhos, cans...

. Nova busca nova esperança

. Diagnóstico quase confirm...

. Longe de nós...

. Parar, pensar e saborear....

. Novidades nossas!

. A vida corre e não olha p...

. Nó na garganta, coração a...

.arquivos

. Outubro 2017

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

Quinta-feira, 27 de Março de 2014

Creche-está decidido!

Pois é, ao fim de quase um ano e meio de estar em casa com o meu filhote decidi, juntamente com o meu marido que está na hora de pensarmos em metê-lo na creche...{#emotions_dlg.sidemouth} O nosso ideal, antes de o termos era colocá-lo apenas quando completasse os 3 anos, por ser a idade de referência que principalmente eu tenho na família, já que eu, os meus irmãos e sobrinhos fomos todos com essa idade, mas de facto concluimos que neste caso terá de ser diferente.

 

Em primeiro lugar temos que nos libertar, temos de ganhar espaço...  A minha vida gira e girará sempre em torno dele, mas não precisa de ser colada a ele. Aliás nem sei até que ponto não prejudicará além de mim o pirralho também. Portanto primeiro ponto: Independência.

 

Segundo ponto ter tempo para as minhas coisas, sobretudo para trabalhar. Já se criam alguns conflitos de agenda ao nível de trabalho e o recurso é sempre a avó. Neste caso a avó disponibiliza-se completamente e eu sei que ela gosta. Mas o meu filho não é um miudo qualquer... é uma criança que exige muito, que tem imensa vida, que não pára um segundo e dá imenso que fazer. Ora os avós são bons para brincar e educar, mas quanto mais velhos mais cansados ficam e eu não gosto de a tornar refém em casa, ao estilo de babysister. Já tantas vezes tem os outros netos que daqui a bocado vida pessoal vai no batalha e infelizmente os sogros não podem ajudar...

 

Terceiro ponto: Ele precisa de se desenvolver. Vejo crianças mais novas que ele mais despertas para certas coisas. Ele é sem dúvida muito inteligente, quem conhece sabe, não o digo por ser meu pois reconheço igualmente os defeitos que tem acreditem... mas sei dar valor ao valor e ele é de facto único! Tenho a certezinha que se andasse numa creche já andava! Por mais que eu puxe por ele, e já me disseram que não devo, ele prefere sempre gatinhar, não vale a pena, vai ser um dia quando decidir que está farto das nódoas negras nos joelhos.{#emotions_dlg.tongue} Obrigado não vai lá. Mas tenho a certeza que vendo todos os dias outras crianças, o que existe melhor do que elas para os estimular?

 

A parte negativa é claro a separação...{#emotions_dlg.unheart} não estou preparada ainda e por isso só ponho a hipotese para o próximo ano lectivo, ou seja entrar em Setembro. Não me vejo sem ele. Se calhar não o coloco o dia todo, ainda não sei... {#emotions_dlg.blushed}E o dinheiro! As Ipss agora estão super concorridas, para se entrar mais parece um jogo de cunhas ou uma corrida  a ver quem chega primeiro e eu não estou para aí virada, portanto irá para um privado... Essa parte vai mexer no orçamento familiar, mas espero que todos ganhem com a mudança.

 

Falta o último e não menos importante ponto. Espero em Setembro ja estar grávida{#emotions_dlg.inlove}, coisa que a família não sabe que vou tentar, e portanto não queria muito ter o puto aos pinchos o dia todo em cima de mim ou ter de andar de cocaras atrás dele...

 

E pronto foram estas questões que hoje vieram todas ao de cima e decidi. Ele vai para a creche este ano doa o que doer, custe o que custar. Só de imaginar dá-me um friozinho no coração, afinal eu estou com ele este tempo todo, e ele deu (dá) tanto que fazer que a ligação é total e absoluta. Só eu o conheço a 100%(nem mesmo o Pai o conhece tão bem)... e sei lidar com algumas coisas e isso inquieta-me, mas de todo o modo vai ser emocionante vê-lo de bata e de chapeu. {#emotions_dlg.sarcastic}Não sei como vão conseguir a parte do chapéu.... estou para ver!{#emotions_dlg.blink}

Beijinhos, o texto já vai longo e tenho mesmo que ir!

tags:

publicado por Embuscadamaternidade às 18:11

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30
31


.Visitas

free counter

.Estatísticas


Estatisticas Gratis

.Agora

blogs SAPO

.subscrever feeds